BOA TARDE ! Sindiavipar, 18 de outubro de 2018
Release
30/08/2010
Exportao de frango no Paran tem novo recorde

 

Exportação de frango no Paraná tem novo recorde

Faturamento com vendas externas atinge 1 bilhão antes do início do último trimestre

 

As exportações da carne de frango no Paraná estão batendo recordes em 2010. Acompanhando a alta no setor em todo o país, o estado tem se destacado tanto em produção quanto em faturamento na exportação de frango de corte. No período de janeiro a agosto, o Paraná exportou 660.805.732 quilos de carne de frango, contra 646.690.631 em 2009. Esse incremento na exportação elevou também o faturamento do setor nas vendas externas. Nesse período, as vendas atingiram a marca de 1.094.318.275 dólares somente no mercado externo, um crescimento de 12,65% no período comparado a 2009, que registrou a marca de 971.367.629 dólares. As vendas externas têm representado para o setor avícola o incremento necessário para promover o crescimento de produção que o estado almeja. “O faturamento com as exportações estimula nossas indústrias a ampliarem sua atuação no mercado externo. Os investimentos estão sendo feitos para que o Paraná amplie sua relação de países que recebem a carne de frango do estado”, comenta Domingos Martins, presidente do Sindiavipar.  Hoje, o Paraná exporta para 120 países e é o maior produtor e um dos maiores exportadores de carne de frango do país.

A produção no Paraná também tem mantido bons índices em 2010. De janeiro a agosto desse ano, o estado produziu 881.320.963 cabeças de frango, um incremento de 7,2% na produção do estado comparando com o mesmo período em 2009, em que foi registrada a produção de 821.750.815 cabeças. Hoje no estado são 30 indústrias e cooperativas avícolas em funcionamento, responsáveis pela grande quebra de recordes de produção nesse ano. De acordo com dados do Sindiavipar, as expectativas de produção para 2010 serão ultrapassadas. “Tínhamos uma previsão otimista de crescimento de até 10% no ano. Já estamos entrando na reta final do ano, então possivelmente teremos resultados acima do esperado no setor”, explica Domingos Martins.

Os bons números que o estado vem registrando demonstram a força do Paraná no setor avícola brasileiro. “Para que um estado alcance bons números na avicultura como nós temos, é preciso mais que investimento financeiro. É preciso buscar especialização no setor, entender as suas necessidades e definir estratégias de crescimento em conjunto. Hoje, no Paraná, estamos vendo os resultados de um bom planejamento de crescimento no setor avícola”, afirma Martins.

O Paraná se destaca no cenário internacional pelo investimento em conhecer seus compradores externos. “As nossas indústrias tem um grande conhecimento sobre os mercados que atendemos. Isso faz com que possamos atender melhor cada um deles, já que conhecemos seus costumes, suas tradições alimentares e suas formas de apreciar o frango”, comenta Martins.

Além disso, o Paraná realiza grandes investimentos na área de sanidade e qualidade dos produtos. O workshop realizado pelo Sindiavipar em agosto, na cidade de Foz do Iguaçu, reuniu os médicos veterinários das principais indústrias do estado, além de seus gestores, e muitos assuntos relevantes à realidade avícola foram discutidos entre os representantes do setor. “Esse evento foi de suma importância para o Paraná. Pela primeira vez nós nos reunimos para conversar sobre o que precisamos ampliar e dividir experiências dentro do setor de uma forma organizada. Para o próximo ano o evento, que deve se tornar uma prática na avicultura do Paraná, promete ampliar essas discussões com o objetivo de fazer o estado crescer sempre mais no setor avícola”, comenta o presidente do Sindiavipar.

No Paraná, no entanto, não vive só de grandes investimentos na avicultura. “Somos um berço natural para o desenvolvimento desse tipo de cultura. A topografia do estado é ideal para a produção e escoamento dos produtos, com ambiente propicio e facilidade de acesso aos meios de exportar a produção”, comenta o presidente do Sindiavipar. Essas características reforçam e consolidam a evolução da avicultura no estado. “Ainda temos muito o que crescer nesse setor no Paraná. Temos muito potencial a explorar ainda”, explica Martins.

 

 

Avicultura do Paraná em números

 

Exportação paranaense de frangos nos primeiros oito meses do ano

Mês Exportação Kg Exportação US$
Janeiro

57.773.315

96.842.515

Fevereiro

73.472.923

116.770.526

Março

83.079.370

132.345.611

Abril

85.626.265

141.900.998

Maio

83.130.138

137.526.265

Junho

94.209.414

155.185.574

Julho

94.863.695

165.503.787

Agosto

88.650.612

148.242.999

Acumulado Ano

660.805.732

1.094.318.275

Exportação paranaense de frango de corte

 

  Volume (Kg) Faturamento (US$)
2007

554.431.392

742.850.888

2008

620.311.200

1.074.011.188

2009

646.690.631

971.367.629

2010

660.805.732

1.094.318.275

 

 




« Voltar
--- PATROCINADORES --- Sindiavipar associado a:
Av. Cndido de Abreu, 140 Salas 303/304 - Centro Cívico . Curitiba-PR - CEP: 80.530-901 | 41.3224.8737
Desenvolvido por
Ubis Ideias Digitais logo
Ideias digitais