Nos últimos anos, a agropecuária brasileira tem provado sua capacidade de superação frente aos inúmeros desafios, promovendo – como poucos setores da economia nacional – desenvolvimento e geração de riqueza.

Em 2021, o Paraná se deparou com novas adversidades. O segundo maior produtor de grãos do País viu o desempenho de diversas safras ser avariado por uma seca histórica. Um dos cultivos mais atingidos pela estiagem foi o do milho, commodity essencial para o arraçoamento de aves, suínos e ruminantes.

Contudo, o otimismo e o espírito de triunfo devem prevalecer, pois o setor vem provando, constantemente, sua força diante dos obstáculos. E não podemos nos esquecer que já passamos por situações semelhantes outras vezes, superando-as com sucesso. Nossa região é dinâmica e, em seis meses, poderemos ter uma ótima safra.

O futuro reserva perspectivas de retomada e crescimento, por isso, os ânimos no campo devem se manter confiantes e inabaláveis, prontos para receber um ano de abundância e rentabilidade. As dificuldades aos fracos abatem e aos fortes exaltam! Vamos aceitar este desafio com entusiasmo e seguir em frente, fazendo o nosso melhor.

Prosseguiremos com a mesma garra, determinação e gratidão no coração.

O Sindiavipar deseja a todos um feliz final de ano e um próspero 2022!

 

Irineo da Costa Rodrigues
Presidente do Sindiavipar